2442-8004 / 3153-1098 contato@clinicagerarvida.com.br

No mundo cerca de 10% das mulheres sofrem de endometriose.  Acredita-se que mais de 6 milhões de brasileiras são portadoras desta doença. No entanto, a endometriose pode levar à infertilidade.

Fique alerta em casos de:

  • Dificuldade para engravidar
  • Casos de endometriose na família
  • Cólicas fortes
  • Aumento da intensidade das cólicas
  • Internação hospitalar por cólica menstrual
  • Dor durante a ovulação
  • Dor durante o sexo
  • Desconforto para evacuar ou urinar
  • Dor lombar
  • Uso de anticoncepcional por mais de 10 anos

De acordo com a Sociedade Europeia de Reprodução Humana (ESHRE) pacientes com endometriose moderada a grave tem indicação de tratamento de FIV, sendo que a intervenção cirúrgica fica reservada apenas para pacientes com sintomas importantes e queda da qualidade de vida, ou seja, diferente do que muitas pessoas pensam, lesões como o endometrioma, geralmente não se operam. Vale lembrar que cirurgias ovarianas tem potencial de diminuir a reserva, tornando-se ainda mais difícil engravidar depois do procedimento.

Assim, o controle deve ser permanente.

Fonte: Human reproduction update, pp 1-10, 2018