(21) 2494-3856 / (21) 2442-8004 / (21) 3153-1098 contato@clinicagerarvida.com.br

O tabagismo é um hábito cada dia mais comum. O efeito causado por este mau hábito já é bem conhecido no trato respiratório. Acredita-se que o tabagismo tenha impacto negativo também na saúde reprodutiva e é considerado um dos principais fatores que levam à infertilidade masculina.

Vários estudos têm sido feitos com o objetivo de comparar os parâmetros seminais de homens fumantes e não fumantes. Pesquisadores ingleses relataram que cerca de 120.000 homens entre 30 e 50 anos no Reino Unido são impotentes devido a esse mau hábito.  O estudo mostrou que fumar tem um impacto negativo na qualidade e quantidade dos espermatozoides.  Um possível mecanismo que pode estar envolvido é que os conteúdos tóxicos encontrados no cigarro tenham efeitos prejudiciais sobre as células germinativas masculinas e seus processos de desenvolvimento.

Assim, homens que planejam formar uma família devem avaliar parar de fumar.

Fonte:

Bundhun et al. BMC Public Health (2019)

https://doi.org/10.1186/s12889-018-6319-3

“In conclusion, with reference to the clinical endpoints which were studied in this analysis, tobacco smoking was associated with a lower sperm count and an increase in the number of morphological defects of spermatozoa. However, the pH and motility of spermatozoa as well as the production of hormones which were involved in reproduction were not affected in this population of in- fertile males.”