2442-8004 / 3153-1098 contato@clinicagerarvida.com.br

A vida moderna fez com que a mulher optasse pela maternidade mais tarde. Nossas avós tinham seus filhos com 20 anos, mas nós mulheres atuais, postergamos esta maternidade para os 30-40 anos.  No entanto, muitas vezes o tempo ideal ou o melhor cenário financeiro e amoroso só ocorre depois dos 40 anos.  

E aí?

Apesar das técnicas de reprodução humana terem ajudado muitos bebês a virem ao mundo, existe o limite intransponível da idade. Quanto mais velha a mulher, menor sua chance de gravidez.

As opções depois dos 40 anos são FIV (Fertilização In Vitro) com a indicação de diagnóstico genético; FIV com óvulos doados por outra mulher, ou adotar embriões.  Existem bancos internacionais que oferecem óvulos. A paciente pode ainda entrar em um programa de FIV com doação compartilhada de óvulos oferecidos pelas clínicas de reprodução.  No caso de adoção de embriões, em alguns casos de FIV os embriões excedentes congelados são doados por outra paciente.

Existe um caminho a ser percorrido por qualquer TENTANTE, mas o relógio biológico da mulher após 35 anos anda muito mais rápido, tornando-se mandatório um planejamento concepcional.