2442-8004 / 3153-1098 contato@clinicagerarvida.com.br

(In)Fertilidade

AMERICAN SOCIETY FOR REPRODUCTIVE MEDICINE – A GUIDE FOR PATIENTS, 2012

Infertilidade é definida como a incapacidade de engravidar após um ano de relações sexuais sem proteção. Casais que tentam engravidar por mais de um ano devem procurar ajuda de um especialista. Entretanto, para mulheres com mais de 35 anos, a avaliação deve ser iniciada após 6 meses de tentativas para que o possível tratamento não seja atrasado. Casais que saibam de algum fator que previna a gravidez devem procurar ajuda mais cedo.

Casais com problemas para engravidar não são poucos. No mínimo 1 entre 7 casais tem problemas de fertilidade. Durante este tempo é normal ter sentimentos de frustração, raiva e stress. Entretanto, quando se procura ajuda, sabe-se que hoje os tratamentos de fertilidade oferecem mais esperança que nunca antes. Grande parte dos pacientes que procuram ajuda na reprodução humana realizam seu sonho: ter um bebê.

O ginecologista ou urologista pode realizar a investigação inicial ou encaminhar o paciente diretamente para uma clínica de reprodução humana. O casal deve ir a primeira consulta juntos, uma vez que a infertilidade é uma condição do casal. O médico irá rever a história clínica na tentativa de identificar possíveis causas para a dificuldade de engravidar. Em uma consulta inicial, o especialista irá questionar a mulher sobre a frequência e regularidade do período menstrual, dor pélvica, sangramento vaginal anormal, história de infecção pélvica, doenças anteriores, gravidez anterior, aborto, cirurgias, métodos de contracepção e uso de drogas e medicações.

O homem será questionado quanto a trauma genital, cirurgias, infecções, história de outros filhos, doenças anteriores e uso de drogas e medicações. O infertileuta discutirá o tempo de tentativa para engravidar, a frequência das relações, uso de lubrificantes durante o ato sexual, nascimento de crianças com defeitos genéticos na família. O médico deverá saber a história sexual e reprodutiva do casal, incluindo relações anteriores.

Uma vez que 25% dos casais inférteis tem mais de uma causa de infertilidade, é muito importante avaliar o casal. Cada paciente será submetido a vários exames. Muitas vezes isto pode requerer tempo e energia, mas os resultados são muito importantes. Ao solicitar estes exames, o médico fará uma avaliação dos exames e procedimentos médicos que tenham sido feito anteriormente. Assim menos tempo e dinheiro serão gastos.

Durante a primeira consulta, deve-se discutir o stress emocional da infertilidade, um assunto que é difícil de se dividir com a família e amigos. Os especialistas sabem que os procedimentos e as questões íntimas envolvidas neste tratamento podem ser difíceis. O paciente deve sempre se sentir a vontade para mostrar ao especialista seus problemas e frustrações e deve fazer perguntas sempre que tiver dúvidas.

A GRAVIDEZ

Para entender os exames e os procedimentos de reprodução assistida é importante entender como a gravidez acontece naturalmente. Primeiramente, o ovário libera um óvulo que deve ser capturado pela trompa. Os espermatozóides ejaculados na vagina devem nadar através do útero, até a trompa no intuito de fertilizar o óvulo. A fertilização geralmente ocorre na trompa. Posteriormente, o embrião (óvulo fertilizado) viaja pela trompa até o útero, onde se implanta e desenvolve. Um problema que ocorra em qualquer uma destas etapas pode levar à infertilidade.

Conheça os fatores que causam infertilidade.